Convites | Para Sempre Cinderela

Convites de casamento…

O carinho para com os convidados já começa na escolha do papel, das fontes até as fitas para decorar. Todos os detalhes são cuidadosamente planejados por noivas que buscam cada vez mais deixar seu toque pessoal, muitas vezes até preferindo elas mesmas se encarregarem da preparação dos convites. As dúvidas, para quem faz esta opção, pipocam, como escrever, qual a melhor forma de adequar cada caso. Por isso resolvi fazer este post com as questões mais comuns; As convenções são flexíveis, mas há algumas regrinhas gerais que não variam muito. Vamos a elas:

Escrevendo os convites…

O convite, além de servir para transmissão de todas as informações que o convidado precisa saber a respeito da cerimônia, também cumpre o papel de trazer um pouco do tom da festa, estilo e grau de formalidade. É a partir do convite que as pessoas vão começar a dar asas à imaginação (e você pode se aproveitar disso, já fazendo o convite nas mesmas cores da decoração ou da identidade visual, por exemplo).
Através dele já são registradas as primeiras impressões sobre o casamento,  estilo, cores, se o evento exigirá trajes mais leves e despojados ou formais.  Um pouco do perfil da festa já é denunciado em  primeira instância, casais que optam por festas descontraídas provavelmente vão escolher convites mais divertidos,  já uma festa tradicional provavelmente terá um modelo de convite mais clássico.
Seja qual for o estilo, de modo geral, os convites apresentam as seguintes informações: 
Epígrafe (frase/ poema/ trecho de letra de musical / versículo da Bíblia ), nome dos pais, nome dos noivos, data, horário, local da cerimônia e da festa, endereço para entrega dos presentes.  Vamos passar agora para alguns casos mais comuns:

Tradicional, os pais convidam para o casamento

Após a epígrafe (que é opcional), o nome dos pais encabeça o convite, segue o nome dos noivos -em destaque- e as informações sobre a cerimônia, RSVP etc. 

Quando os noivos convidam…

Muitos casais, por diversos motivos, já moram juntos, já tem a família formada, filhos  etc. e preferem eles mesmos serem os anfitriões da festa e encabeçar o convite. O nome dos pais aparece abaixo do nome dos noivos, com a frase “com as bençãos de” ou apenas “filhos de “.

Religioso e festa no mesmo local

Neste caso, após o nome dos noivos, a frase “convidam para a celebração do casamento de…” é adequada, pois a palavra celebração, por exemplo, contempla tanto a cerimônia religiosa quanto a festa. As demais informações podem ser inseridas logo em seguida.  

Reinventando o convite

Como tudo é flexível, o convite pode se tornar uma página de jornal, uma história em quadrinhos, e, porque  não, a capa de um filme estreado pelos noivos? A criatividade é o limite. Segundo a Branca, fotógrafa do casamento da imagem aqui abaixo, este convite se tornou mesmo a capa do DVD dos noivos. :)

Mais…
 

Quando se casa apenas no religioso… 
É delicado oferecer um brinde com bolo e champanhe no salão da Igreja. No próprio convite  (ou cartão anexo) poderá  ser especificado “Após a cerimônia os noivos recebem os convidados para brinde e cumprimentos na Igreja.”

Quando algum dos pais não se encontra mais presente entre nós… 
Nem por isso deixa de ser lembrado e homenageado neste momento tão especial. O nome segue no convite com a notação (in memorian), ao lado.

Quando há vários convidados que não residem na cidade da cerimônia… 
É recomendável o envio do save-the-date (guarde esta data) cerca de seis meses antes para que as pessoas possam se programar com antecedência.
Convidados extras de última hora…
Não enlouqueça ou corra o risco de pagar mais caro numa re-impressão de poucos convites, tente pedir cerca de 10% a mais de convites quando fizer a primeira remessa!
Anexos

“Convite individual. Indispensável apresentação deste…”
Serve principalmente para controle do número de convidados, pois deixa claro quantas pessoas estão sendo convidadas. Pessoalmente,  pela possibilidade de gerar qualquer desconforto, esta não é a opção que mais me agrada, mas cada um conhece seus convidados e sabe a melhor forma de fazer com que as coisas sejam entendidas.

Quando há pessoas convidadas apenas para a cerimônia religiosa…
E outros convidados para a cerimônia e recepção, faça convites diferentes. O ideal é que os noivos consigam chamar todos para ambos, mesmo que numa festa mais simples. Se não for mesmo  possível (no caso de um convite geral para  toda a turma da faculdade, por exemplo) faça um convite com texto diferente. Evite apenas anexar o cartãozinho com o endereço da recepção apenas para alguns, pra ele não virar o “vale-empada” da sua festa.

Lista de presentes…
Os convidados é que deverão perguntar por elas! NÃO DEIXE EM ANEXO cartões ou endereços de lojas! Pode causar a impressão de que vocês estão mais interessados no presente do que na presença. Deixe os endereços no site do casamento, com a promoter, com os pais…

Mapas
É delicado enviar um pequeno mapa impresso quando o local não é conhecido ou para os convidados que não residem na mesma cidade. Segue abaixo uma idéia  inspirada no post da Érika, do byEriquices, sobre mapas. Mesmo que no seu caso o envio do impresso não seja necessário, é uma idéia bem diferente para deixar o mapa no site do casamento, por exemplo.

Subscrevendo o convite…

O endereçamento ao convidado pode estar atrás no envelope ou numa tag na frente.

É legal checar a grafia de todos os nomes e sobrenomes, independente se  é caligrafista ou você mesma  que vai escrever tudo. Ninguém gosta de receber algo com o nome escrito errado, não é mesmo?

Protocolos

A questão de seguir protocolo está cada vez mais sendo substituída por formas de tratamento mais pessoais e intimistas… Mas, eu penso que, numa festa que muitas pessoas de repente são ligadas apenas ao círculo de amizade dos pais, para não errar, é mais seguro  usar o protocolo sim. Segundo a consultora Vera Simão, é de bom tom que se mantenha sempre o tratamento por Sr. e Sra., assim, os endereçamentos dos convites ficariam…

Para convidar a família (o casal e os filhos)

Para convidar apenas o casal, sem os demais familiares.

 Se o casal opta por manter o sobrenome diferente, é delicado que a escolha seja respeitada deixando ambos os nomes por extenso.
Seria no mínimo engraçado enviar um convite para um irmão ou para aquela prima que cresceu com você em nome de “Sra. Fulana de Tal”. Como eu já disse acima, na minha opinião, acho que não tem que ter toda essa formalidade com pessoas próximas. Quando conhecemos a pessoa,  temos mais liberdade para adequar as formas de tratamentos, mais diretas ou com algo mais pessoal.  Acho um gesto de carinho muito bonito ;)
Convite plastificado

Apenas os convites que não são entregues em mãos (que seguem pelos correios, motoboy e outros meios) são plastificados. O plástico serve para protegê-lo durante o manuseio, para que não seja danificado ou suje. Não é preciso plastificar todos. Se por praticidade a opção for que a gráfica plastifique todos, os que os noivos entregarem pessoalmente, é aconselhável que retirem o plástico antes da entrega.

No próximo post tem novidade, uma  surpresinha aqui pro blog, aguardem!

Beijos, e quem pretende fazer o próprio convite, boa sorte na jornada!

Créditos:
Imagem convite plástificado: Giselle Caligrafia,  BH, MG

Imagem do mapa: byEriquices
Consultas aos livros: 
Wedding anniversaries: from paper to diamond, Lee Cookie
Casar, Vera Simão
 
Imagens dos convites: Impressão Visual, Londrina – PR
a eles, nosso muito obrigada por autorizar a utilização das imagens de todos os convites deste  post!
tags:

Convites de chá de cozinha

Existem váááários modelinhos para chá de cozinha, de papel, com mini colher-de-pau, em forma de aventalzinho, com sachêzinho de chá… Mas confesso que essas montagens (abaixo) sempre me encataram! Por isso, dedicarei este post somente à elas.

Voilà:



Fica criativo e engraçado! Usando programas de edição de imagens não é tão difícil fazer não (faço alguns trabalhos com design, precisando de alguma ajuda dá um toque que eu envio um orçamento de convitinhos como estes, só me enviar uma mensagem). 
Agora…  Há uma imagem que ainda não descobri o “mistério”, rs. No convitinho abaixo a borra de café “revela” a face do futuro casal. Verdade mesmo, revela! 
Pra ver, salve a imagem no seu computador e olhe na miniaturinha (no atalho antes de abrir a imagem grande)  e você verá o rosto dos noivos! E vê mesmo, adorei a idéia, super criativo!
Quanto menor visualizar a minuatura, mais nítido fica o rosto. Se a intenção é enviar os convites também por e-mail ou meios eletrônicos, a idéia é ótima. Se alguém souber como fazer isso ME CONTA! Fiquei curiosa, achei demais!



Créditos:


Imagem 1, 2, 3, 7
Imagem 4, 5, 6 e 8: Infelizmente não tenho o crédito destas imagens, se alguém souber, por favor, envie uma mensagem com o(s) nome(s).

tags:

Convite de chá de lingerie

O chá de lingerie definitivamente virou uma febre entre as noivas! Um divertimento entre amigas que já começa pelo convitinho, que brinca com desenhos de underwear.  São espartilhos, cinta-liga, caixinhas com chá…
Estes dois convitinhos postados na comunidade Noivas de Londrina não fogem à regra! O primeiro é da Izabella, feito por sua amiga e fotógrafa Mônica Castilho. O segundo é da Hylea, que pegou a arte pronta em um site e fez o convite. 
 

Lindos, não é mesmo?  Se você pretende fazer este chá e gosta de “inventar moda”,  as opções são imensas! Vale desde espartilhos arrematados com cetim, convites-caixa com chá de verdade dentro,  ligas… Muna-se de laços e fitas e mãos à obra! Segue algumas imagens para inspiração:



Créditos:
                             
Imagem 1: Convite da Izabella, membro da comu             
Imagem 2: Convite da Hyela, membro da comu
Imagens 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9

tags:

Meu convite e um pouco de como eu fiz

Hoje fiz uma postagem na comunidade do orkut Noivas de Londrina, ficou tão bonitinha que resolvi postar aqui no blog.
O convite dos padrinhos foi em caixa, diferente do dos convidados. Ficou assim:
aberto
Como fazer:
A caixa compramos pronta, eu queria neste formato retangular, mas as mais quadradinhas ficam bem legais também. Por fora, inventamos aquele arranjinho, com  fita de cetim rosa e a por cima uma fita dourada semi-transparente. Fizemos o laço e colamos aquela borboletinha pra arrematar.
Por dentro: o convite mesmo foi impresso num papel transparência (optamos por imprimir no azul claro porque o preto achamos forte e o rosa se confundia com as pétalas, mas isso é só questão de testar cores, rsss).
Pra preencher a caixa, colocamos pétalas de rosa artificiais. Compramos as rosas artificiais, “debulhamos” as flores e cortamos as pétalas. Experimentamos também folha-seca, mas achamos que ficou um pouco rústico e as pétalas ficaram melhores.
Criamos também o convite dos convidados, e utilizamos o mesmo arranjo do convite dos padrinhos. Ficou assim:
Pra quem gostou, dá pra fazer muitas variações a partir da idéia. :)
Crédito:
Criação, arte e arranjo do convite: Nathy e Cássio (os noivos!)
Fotos: Impressão Visual
tags: