Roma Cristã, O Vaticano

O que ver em Roma – Roteiro dia 02.

Para visitar a Roma Cristã, faça uma “viagem” até o excelentíssimo país do Vaticano parando na estação de metrô Ottaviano de Roma. A partir da saída da estação, siga as sinalizações em direção ao Museu do Vaticano e à Basílica mesmo pela rua Ottaviano.
Este passeio pelo Vaticano demando mesmo no mínimo um dia.Na Basílica de São Pedro se encontra a Pietá, de Michelangelo. Como não conheço obras de arte a fundo (assumo) não vi nada de tão excepcional na Pietá, mas super valeu conhecê-la pessoalmente, é uma bela obra. (abaixo)

Após a visita, subimos até a torre da Basílica (ao lado da Igreja). A vista de Roma e do Vaticano é linda. Pagamos pra ir de elevador até um ponto porque é muita escada -e, mesmo pagando o elevador, ainda tem muita escada pra encarar subir até chegar lá. É muito mesmo! Mas vale a pena passar por todos aqueles caminhos loucos, a vista é linda!

Break pro almoço e seguimos pro Museu do Vaticano, que é mesmo ao lado da Basílica. Estudantes com até 25 anos (com carteirinha internacional) tem um desconto considerável no preço da entrada. O museu fecha 16h, mas quem estiver lá dentro pode ficar até 18h.

Pra quem gosta de ver detalhes, é pra tranqüilamente passar uma tarde toda ou até mesmo um dia inteiro lá. Ou, para dar uma olhada geral, reserve cerca de três horas. Abaixo , é a fotografia de uma das salas do Museu, e tem muitas destas, todas diferentes.


A Capela Sistina (no interior do Museu) é um show a parte. Sem comentários, é pra passar horas ali decifrando que obra é o que, os significados. Pena que as fotografias não são permitidas. É um encanto… Pra quem quer ver ela toda mais tranqüilo, sem o tumulto de tantos grupos de turistas, sugiro que esteja no Museu por volta de 15h, 16h, (perto do horário de fechamento do Museu) é quando os grupos vão indo embora e a capela fica mais vazia.

Ver essa parte religiosa de Roma foi minha parte preferida do passeio em Roma. Adorei! Segue mais algumas dicas (repetindo mas, nunca é demais):

(dica 01) Não suporta muito sol, tem uma pele muito branca? Então, se você vai em épocas de primavera e verão, muna-se de protetor solar e de uma sombrinha para se proteger do sol escaldante de Roma (dependendo da época, você pode encarar uma fila enorme para entrar na basílica e o sol é realmente muito forte). Até mesmo para andar na rua às vezes é preciso recorrer à sombrinha.

(dica 02) NÃO É PERMITIDO entrar nas Igrejas italianas com trajes “inadequados”, que são: roupas muito coladas, ombros de fora – blusas de alcinha, tomara-que-caia (cubra os ombros) e saia acima do joelhos. Para os homens, é proibido regata e shorts curto. Tem muitos seguranças na porta para olhar as vestimentas, e barram mesmo! Leia aqui como eu quase cai nessa furada!

Deixe uma resposta